Supermercado Brastudo

Supermercado Brastudo

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Alexandre Arraes visita obras no Bairro Santa Maria


Na manhã de hoje, segunda feira (31), a agenda do prefeito Alexandre Arraes, foi no bairro Santa Maria, estava acompanhado dos vereadores, João Dias, Francisco Edivaldo, dos secretários municipais Mário Reis (Desenvolvimento Econômico), Brenno Ramos (Agricultura) e Moíses Filho (Infraestrutura), dos ex vereadores Moises Oliveira, Severino Lacerda e assessores, começando a visita no matadouro público, o prefeito  autorizou as obras que finaliza as pendências para abate de animais de pequeno porte (caprinos, suínos e ovinos), tanques de decantação e caldeira para cozimento das vísceras.
Com essa obra acaba as exigências da ADAGRO, ficando assim, liberado totalmente o matadouro público para abate de animais de grande e pequeno porte.



Pavimento asfáltico




Alexandre Arraes caminhou pelas ruas do bairro, que está recebendo pavimento asfáltico, em todas as ruas e foi recebido pelos moradores, com muita alegria, pela grande benfeitoria que o prefeito fez, em uma comunidade que praticamente nunca recebeu benefícios da administração pública. Arraes conversou com moradores que agradeciam radiantes, diziam, "Que jamais sonhavam receber tantos benefícios.






Unidade Básica de Saúde


Alexandre Arraes visitou por último, a Unidade Básica de Saúde (UBS) que também está sendo construída no bairro, mais uma grande obra de sua administração, em breve os moradores, receberão um esquipamento moderno e amplo, como todos que estão sendo construídos na sua administração, " É fazer o melhor para quem mais precisa disse " disse Alexandre Arraes.


ACE - PMA - Imagens Fabiano Alencar

'Marido não é órgão previdenciário', diz desembargador em caso sobre o divórcio


 O desembargador José Ricardo Porto, disse, em julgamento de Agravo de Instrumento, nos autos de Ação de Divórcio Litigioso, entender que “o marido não é órgão previdenciário, por isso a concessão de alimentos, após a ruptura do matrimônio, deve ser fixada com parcimônia, de modo a impedir que o casamento se torne uma profissão”.

A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça acompanhou, à unanimidade, o voto do relator, que fixou pensão alimentícia no valor de R$ 1.700,00, mais plano de saúde, para o filho menor e alimentos provisórios à agravante, equivalente ao salário mínimo, durante seis meses.

Consta nos autos da Ação de Divórcio que a agravante CCHP interpôs Agravo de Instrumento, com pedido de Antecipação de Tutela, proclamando ser merecedora de auxílio por parte do ex-marido, bem como requerendo a majoração da pensão fixada para a criança. Fundamenta que o valor arbitrado não supre todos os gastos da suplicante e do infante. Alega ainda que o recorrido ostenta de condição financeira privilegiada, pois possui diversos empreendimentos, em especial uma corretora de seguros e participação em empresa de promoção de eventos.

Justifica também que estar fora do mercado de trabalho e não ter concluído seus estudos em razão de se dedicar exclusivamente à família e aos negócios do antigo cônjuge, sempre dependendo financeiramente do recorrido.

Após analisar as contrarazões do agravado e os documentos constantes no caderno processual, o relator observou que não há comprovação da considerável renda declinada pela agravante. Mesmo assim percebo condição financeira, porém não tão privilegiada que enseje a dilatação do valor da pensão no âmbito do presente recurso – que inadmite dilação probatória minuciosa, disse relator, ao reiterar que a suplicante deixou de comprovar estar a pensão menor arbitrada em parcela ínfima dos ganhos do suplicado.

Percebe-se que a demandante é jovem, saudável e apta a exercer atividade remunerada com a finalidade de assegurar sua própria subsistência, reforçou o magistrado, ao acrescentar que é justo conferir à antiga consorte um prazo razoável para obter ocupação laboral, fixando-lhe alimentos de forma temporária.


Fonte: maispb.com.br

Assis Junior assume diretório do PHS em Ouricuri

phs1

O empresário Assis Júnior assumiu o diretório municipal do PHS – Partido Humanista da Solidariedade em Ouricuri, viabilizando com isso uma futura candidatura a prefeito daquele município. Ele nunca escondeu o desejo de disputar uma eleição majoritária em Ouricuri. Assis Júnior ingressou no partido a convite da direção estadual na pessoa do secretário geral Nunes Rafael, que é suplente de deputado federal pelo partido. “Caros amigos depois do convite do amigo Nunes Rafael e da direção estadual do PHS decidimos assumir o Partido em Ouricuri, agora é 31 e vamos juntos apresentar um novo projeto de gestão para o nosso município. Você que deseja participar do processo político da nossa cidade e quer ser Vereador filie-se ao PHS”, expressou Assis júnior através das redes sociais.
                Neste final de semana, o PHS promoveu a plenária estadual na cidade de Arcoverde, onde na oportunidade foram discutidas as questões político-partidárias de âmbito nacional e local, principalmente o avanço do PHS no estado.
phs
Assis Júnior esteve participando do evento ao lado de Nunes Rafael. O ato contou a presença do presidente nacional do PHS, Eduardo Machado. Também presentes os deputados federais Kaio Maniçoba (PHS) e Betinho Gomes (PSDB). O anfitrião do encontro foi o deputado estadual Eduíno Brito, que é do PHS.
Martinho Filho

Confira como foi a 2ª rodada da Série A-2 do Pernambucano 2015


Neste domingo, seis jogos movimentaram a 2ª rodada do Campeonato Pernambucano Sub-23 (Segunda Divisão estadual), válidos pelos grupos A e B da competição. Abrindo os confrontos, no Estádio Áureo Bradley, o Flamengo de Arcoverde recebeu o Belo Jardim, que não se intimidou jogando fora de casa e venceu o rubro-negro por 3 a 0. Os gols do Calango foram marcados por Kelvis (duas vezes) e Lelo.
No Estádio Luiz Brito Bezerra de Melo, o Barreiros duelou contra o Ipojuca em seus domínios, mas quem se deu bem foi o time visitante, que de virada venceu por 2 a 1. Netinho e Jonatas marcaram para o Lobo-guará, enquanto Mak fez o de honra dos barreirenses. No Chapadão do Araripe, o Araripina mediu forças contra o Afogados e ficou no empate em 1 a 1. Os gols foram marcados por Ewerton Bala para os mandantes, e Golinha para os visitantes. 
No Paulo Coelho, o Petrolina também fez o dever de casa. Com dois gols de Jean a Fera sertaneja bateu o Afogados por 2 a 0. Já no Estádio Carneirão, Vitória e Timbáuba ficaram no empate em 2 a 2. Os gols foram marcados por Alan Rocha e Lucas Chuva, para o Tricolor das Tabocas, enquanto Diego e Alex Oliveira fizeram para o Timbaúba. 
Fechando a rodada, no Paulo Petribu, o Olinda goleou o Íbis por 8 a 1 com gols de Elton (duas vezes), Róger (duas vezes) Deysinho (três vezes) e Alan. Sandrinho descontou para o Íbis.

Rolls-Royce é investigada na Lava Jato, diz The Guardian

Plataforma da Petrobras

De acordo com informações do jorna grupo britânico Rolls-Royce confirmou que está cooperando com as investigações da Operação Lava Jato, que apura o esquema de corrupção da Petrobras.
A empresa disse que passou a colaborar após ser questionada sobre sua relação com Júlio Faermann, executivo envolvido nos escândalos. 
A Rolls-Royce atua nos setores de aviação civil e militar e fabrica turbinas de gás para plataformas de petróleo. Ela se desmembrou da fabricante de veículos Rolls-Royce Motor Cars na década de 70.

Um porta-voz da empresa fez a seguinte declaração acerca da operação: "Estamos cooperando com as autoridades responsáveis pelas investigações no Brasil, mas não podemos comentar nada mais sobre uma investigação que está em andamento".
A empresa foi citada na Lava Jato pela primeira vez em fevereiro, quando um ex-executivo da Petrobras disse que os contratos da Rolls-Royce poderiam ter envolvido pagamentos de propinas.
Junto à General Eletric, a Rolls-Royce Plc havia sido escolhida para a fabricação de peças para sete navios-sonda encomendados pela fornecedora de plataformas da Petrobras, a Sete Brasil Participações SA.
Segundo o The Guardian, agora a empresa é questionada sobre sua relação com Júlio Faermann, um influente executivo brasileiro que supostamente pagou propinas a oficiais do governo e executivos da área de petróleo e gás em nome de empresas que contratam serviços da Petrobras, como a empresa holandesa SBM Offshore.
Documentos aos quais o jornal teve acesso mostram que, em abril de 2012, esse executivo alegou que sua empresa representava a Rolls-Royce no Brasil. Meses mais tarde, a empresa ganhou um contrato de 100 milhões de libras para fornecer turbinas de energia para plataformas de petróleo da Petrobras. 
As investigações se aprofundaram depois que Julio Faermann assinou um acordo de delação premiada.
Promotores holandeses descobriram no ano passado que Faerman tinha feito pagamentos por meio de empresas offshore para funcionários do governo brasileiro. Faerman alegou ter amplos contatos na Petrobras e acesso a informações confidenciais sobre a empresa.
A Rolls-Royce tem sido investigada no Reino Unido desde dezembro 2013, depois que autoridades começaram a avaliar acusações de suborno da empresa na Indonésia e na China. 

Gerência Regional de Saúde no sertão do Araripe tem nova direção

alt

A nova diretora da IX Gerência Regional de Saúde (Geres), é Joelma Rodrigues, que atuava como Coordenadora de Atenção a Saúde da própria Geres.

Por Roberto Gonçalves

Como as escolhas das direções da Geres em Pernambuco, são feitas por meio de processo seletivo, e Joelma havia conseguido a segunda melhor nota para a Regional do Araripe, automaticamente ela já será direcionada a função.
Já a atual diretora Danyella Kessia, confirmou  que deixará a Gerência da IX Geres, em Ouricuri para assumir a Gerência Estadual de Hanseníase e Tuberculose. Ela citou que recebeu esse convite e viu a oportunidade de buscar um novo desafio. 
“Deixei aqui muitas sementes plantadas e inúmeras amizades. Foi muito produtivo esse tempo que passei aqui no sertão, com a integração, articulação e muitas conquistas alcançadas”, disse Dannyella, que ficou à frente da Geres durante dois anos e sete meses.