quinta-feira, 24 de julho de 2014

Evandro Carvalho Conselheiro Federal do CONFEA participa de seminário em Brasília

Seminário CONFEA / CAU - Evento busca discutir as áreas de sombreamento nas atribuições profissionais e formas de boa convivência, no sentido de prestar, cada conselho, a sua melhor atuação para os seus respectivos profissionais e a sociedade brasileira.


Líder comunitário do Jordão no Recife, apoia Roberta Arraes


Alexandre Filho postou na sua página  do Facebook


Hoje estivemos na Comunidade do Jordão, na cidade de Jaboatão, recebendo o apoio do líder comunitário Sr. Romero, mais um que acredita na candidatura de Roberta Arraes.

Polícia anuncia buscas no local onde primo do goleiro Bruno disse que Eliza Samudio foi enterrada


O delegado Wagner Pinto, do Departamento de Investigações da Polícia Civil em Belo Horizonte, declarou na tarde desta quinta-feira que em breve fará buscas no local onde Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno, estaria enterrada.
Em entrevista à Rádio Tupi, Jorge Rosa Sales, primo do ex-goleiro do Flamengo, revelou que o corpo da ex-modelo está num terreno próximo ao Aeroporto de Confins. O delegado afirmou ainda que vai requisitar uma cópia da entrevista de Jorge, que será chamado para apontar o local da cova. 
O delegado evitou estabelecer prazo, mas adiantou que fará uma diligência ao local o mais breve possível. Nesta quinta-feira, Jorge Rosa Sales afirmou que Eliza foi torturada e morta por asfixia na casa de Marcos Aparecido dos Santos, o Bola.
Ela foi enrolada num lençol e colocada dentro de um saco lacrado antes de ser levada até o local onde foi enterrada, numa chácara. Jorge, que era menor na época do crime, contou que Macarrão estava junto e conhecia bem a região para onde o corpo foi levado. "Ela não foi esquartejada. Só cortaram a mão dela. O corpo ficou inteiro" afirmou Jorge, acrescentando que o corpo foi transportado até o cemitério clandestino no porta-malas de um EcoSport.
Em seu relato, Jorge ainda inocentou o goleiro, e disse que Bruno não sabia do crime. Questionado porque só revelou a história depois de quatro anos, ele respondeu: "Eu não sabia a pessoa certa para eu confiar para contar isso. Eu pensei muito. Me coloquei no lugar dela. De fazerem alguma coisa comigo. Isso não vai aliviar a pena do Bruno. Quero fazer a minha parte, mostrar onde ela está". 

NOTA À IMPRENSA


A matéria publicada na ultima quarta-feira (23/07), pelo jornal Folha de São Paulo, ao citar o meu nome, sugere, irresponsavelmente, a associação da minha imagem a uma suposta ação criminosa. Em função da matéria publicada por esse jornal, baseada em denúncia formulada por um parlamentar pernambucano, sinto-me obrigado a me posicionar em defesa da minha honra e credibilidade, o maior patrimônio que construí ao longo da minha vida. É importante destacar, que o deputado José Augusto Maia, que serviu como fonte da reportagem, responde a duas ações criminais por fraude em licitação e formação de quadrilha, e foi condenado, pela justiça pernambucana, em abril deste ano, por improbidade administrativa, tendo os seus direitos políticos suspensos pelo prazo de três anos, além da condenação e dos processos em andamento no Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco.

Importante também ressaltar a relação histórica de amizade e apoio de José Augusto Maia ao nosso adversário direto, o ex-empresário Armando Monteiro Neto, que desde as primeiras horas do dia da publicação da matéria tenta tirar proveito eleitoral do assunto. O que me parece mais grave é a tentativa caluniosa de me descredibilizar. Sou servidor público há 22 anos, com uma trajetória séria e reconhecida. Nunca, em nenhum momento, fui vítima de qualquer ação que questionasse os princípios que levo, de casa, à vida pública: honestidade, correção, respeito, senso de justiça. Daí a minha mais profunda indignação diante deste episódio. Será que, pela condição de candidato ao governo, devo ser exposto publicamente por conta da má fé de elementos como o referido senhor? Atitudes assim envergonham a atividade política e, pior, buscam arrastar para os espaços nebulosos, onde atua um “ficha-suja”, pessoas que estão na vida pública apenas com o intuito de exercer sua vocação e atender a uma convocação. Figuras como José Augusto Maia devem ser banidas da política, como já foi determinado pela justiça.

Portanto, em meu nome, da minha família e de todos aqueles a quem represento, nesta caminhada, como cidadão e homem público, anuncio que estou tomando todas as medidas judiciais cabíveis contra José Augusto Maia e todos os envolvidos nesta nefasta e inadmissível atitude. Mais do que uma retaliação, do mais baixo nível, como se poderia esperar, pelo seu autor, fui vítima de um golpe que me obriga a reagir, imediatamente, e com força proporcional – não necessariamente à repercussão, mas à intenção.

Tenho uma missão a cumprir e assim será. Estou convencido de que o ocorrido servirá apenas para nos fortalecer nesta luta, contra adversários desleais. Manteremos o rumo e, apesar da indignação, não perderemos a serenidade. Pernambuco conta comigo. E estou cada vez mais firme na decisão, coletiva, de vencer com trabalho e respeito.

Corpo de Ariano Suassuna é velado no Campo das Princesas

Presidenciável Eduardo Campos ajuda a carregar o caixão do escritor Ariano Suassuna.


Sob aplausos, o caixão com o corpo do escritor e dramaturgo paraibano Ariano Suassuna adentrou o Palácio Campo das Princesas às 22h55 desta quarta-feira (23). Carregado pelo governador João Lyra Neto, pelo presidenciável Eduardo Campos e pelos netos, o ataúde foi colocado na sede do Governo de Pernambuco para ser velado por familiares, amigos e milhares de fãs do autor. O sepultamento está marcado para as 16h desta quinta-feira (24), no Cemitério Morada da Paz, no Paulista, Região Metropolitana do Recife.

Ainda na noite desta quarta, será realizada uma celebração de corpo presente pelo frei Aloísio Fragoso. A cerimônia será restrita para a família e amigos do escritor.

Cinco lanceiros do regimento Dias Cardoso compõem a Guarda Fúnebre e ficarão posicionados ao lado do corpo durante o velório. A honraria é concedida pela Polícia Militar para autoridades. 

Até o momento acredita-se que a visitação para o público seja prorrogada.

Araripina inaugura hoje novo prédio do Ministério do Trabalho


Será inaugurada essa tarde (24) às 14h o novo prédio do Ministério do Trabalho em Araripina, do qual contará com a presença do Ministro do Trabalho Dr. Manoel Dias, do superintende Regional do Trabalho de Pernambuco, Dr. André Lúz Negromonte e do prefeito de Araripina, Alexandre Arraes.
A cerimonia inaugural receberá entre os convidados, lideranças políticas, representantes da sociedade civil e comunidade. O prédio fica localizado na Avenida Perimetral, Governado José Muniz Ramos, nº 100, ao lado no INSS.
ASCOM - ARARIPINA

Comunicado da Secretária de Desenvolvimento Social


A  secretaria Municipal  de  Desenvolvimento  Social, através do  Programa Acessuas Trabalho, convida todos os alunos   do  Sest /SENAT-PRONATEC, para se fazerem presentes no  dia 29  de  julho de  2014  ás  19:00hs  no auditório Charles  Luciano (Facisa/Faciagra), para receberem  seus  certificados.

- Certificados  do  ano   de  2013

- Certificados  do ano  de  2014 (1ª e  2ª Etapa)

Iza  Monica
Acessuas Trabalho

Primo de goleiro Bruno revela onde está corpo de Eliza Samúdio


O primo do goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza, Jorge Rosa Sales, revelou nesta quinta-feira (24) que o corpo da ex-modelo Eliza Samúdio está enterrado num terreno próximo ao Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, em Minas Gerais.
Em entrevista à Rádio Tupi, Jorge afirmou que Eliza foi torturada e morta por asfixia na casa de Marcos Aparecido dos Santos, o Bola. Ela foi enrolada num lençol e colocada dentro de um saco lacrado antes de ser levada até o local. Jorge, que era menor na época do crime, contou que Macarrão estava junto e conhecia bem a região para onde o corpo de Eliza foi levado.
"Ela não foi esquartejada. Só cortaram a mão dela. O corpo ficou inteiro", afirmou Jorge, acrescentando que o corpo foi transportado até ao cemitério clandestino no porta-malas de um EcoSport.
O relato foi feito ao repórter Marcos Marinho. Segundo o jornalista, Jorge revelou como se chega ao terreno.
"O local fica próximo ao aeroporto. Antes de chegar ao local, passa um retorno, depois de três ruas, entra numa estrada de chão. É um lugar distante. Ela foi enterrada perto de um pé de coqueiro grande e único dentro do terreno. Mesmo se não tiver mais esse pé de coqueiro no local, eu sei onde ela (corpo de Eliza) está. O buraco onde ela foi enterrada foi feito por uma retroescavadeira para dificultar a localização do corpo", afirmou Jorge.
Jorge disse que ficou segurando o bebê enquanto Eliza era assassinada. Ele disse que não tinha como correr para pedir ajuda. " Eu estava em Belo Horizonte e não sabia que aquilo ia acontecer. Eu não conhecia aquele lugar. Como eu ia sair para pedir ajuda? Como eu ia sair do local correndo? Não pude fazer nada porque o Bola é um psicopata, mata fácil. Fiquei com medo de sair para pedir ajuda", afirmou.
Questionado porque só revelou a história depois de quatro anos, ele respondeu. " Eu não sabia a pessoa certa para eu confiar para contar isso. Eu pensei muito. Me coloquei no lugar dela. De fazerem alguma coisa comigo. Isso não vai aliviar a pena do Bruno. Quero fazer a minha parte, mostrar onde ela está."
Ele disse que não ganhou dinheiro para participar do sequestro de Eliza Samúdio.
De acordo com Jorge, o outro primo de Bruno, Sérgio Rosa Sales, que participou da reconstituição do crime e foi assassinado em 2012, teria sido morto por causa da morte da ex-modelo. Ele culpa o Macarrão pela morte de Sérgio. "Ele falou demais", disse Jorge.
Desde o início do caso, Jorge mudou as versões, mentiu por orientações do advogado Elieser. " Eu falando a verdade, eles não iam me soltar. Eu inventava uma história atrás da outra. Foi muita pressão em cima de mim." 
Prisão

Bruno foi preso em 2010 junto com o amigo, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, acusados de sequestrar e matar Eliza Samudio, ex-amante do então goleiro do Flamengo.
No dia 8 de março do ano passado, o ex-jogador foi condenado pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver, além de sequestro e cárcere privado do filho da modelo, Bruninho. Com isso, o ex-jogador foi condenado a 22 anos e três meses de prisão.
De acordo com a juíza Marixa Fabiane Lopes Rodrigues, do Fórum de Contagem, em Minas Gerais, Bruno, a quem classificou de mandante do crime, demonstrou ser uma pessoa “fria, violenta e dissimulada”. O ex-goleiro não poderá recorrer em liberdade.
Por causa do benefício da progressão de regime, a tendência é de que a partir de 2017 ele poderá entrar com recurso para o regime semi-aberto, pois já cumpre pena há quatro anos na penitenciária Nelson Hungria, em Contagem.
Em julho deste ano,  Graziella Cavalcante Vieira Lima, filha de José Arteiro Cavalcante, advogado que trabalhou como assistente de acusação no caso que julgou o goleiro Bruno por participação na morte de Eliza Samudio,  foi encontrada morta. Com informações da Rádio Tupi.

Reportagem ibahia

Mais apoios vem da cidade de Ipubi para fortalecer a candidatura de Roberta Arraes

Crescendo a cada dia, vem a candidatura a deputada estadual de Roberta Arraes, a candidata vem recebendo apoio em todas as cidades do Araripe.
Veja o que ela postou agora na sua página do Facebook.


Curtiu · 1 h · Editado 

Nossa candidatura tem recebido diariamente novos apoios. Isto nos dá a convicção de que estamos no caminho certo. Ontem, o prefeito Alexandre Arraes e eu tivemos a satisfação em receber o reforço de Rogério e Juciel, lideranças políticas da cidade de Ipubi. Os amigos Sebastião Gomes e Fábio Rodovalho prestigiaram o momento e também acreditam que o Sertão vai ficar mais forte!

Vereadores da oposição rompem com Fernando Filho


Mesmo depois de trazer para os vereadores da oposição de Araripina, diversas ações no combate aos efeitos da seca, como poços artesianos, açudes, e até um trator com implementos para  associações, o quarteto da oposição, se rendeu, a mudança do deputado Pimentel, para o PSL e deixaram o deputado Fernando Filho a ver navios.
os vereadores vão apoiar o deputado federal Luciano Bivar, juntos com o deputado Pimentel e sua esposa Socorro Pimentel, Bivar  não conhece o Araripe, não sabe nem aonde fica, nunca pisou seus pés na região, de acordo com o blog Casa de Abelha, os vereadores receberam dinheiro para apoiar Bivar.