domingo, 20 de abril de 2014

O novo Collor de Mello ?


O senador mineiro Aécio Neves, tem seu nome envolvido em inúmeros escândalos, desvio de dinheiro público, R$ 4,3 bilhões, quando foi governador de Minas, acusado de ser usuário de cocaína, dirigir embriagado e já foi flagrado bêbado as quedas em um botequim, no Rio de Janeiro.
Aécio Neves, teve seu nome envolvido no caso do helicóptero carregado de cocaína de seu amigo o senador Perrella (PTD MG).
Mesmo com esse currículo, vergonhoso, o senador é pré candidato a presidência do Brasil, seria uma nova "Era Collor de Melo", de escândalos, caso ele chegasse a presidência  do Brasil.




Aécio não esconde que gosta da vida boêmia e é sempre flagrado em cenas inusitadas, como esse do vídeo abaixo onde aparece, bêbado em um botequim, no Rio de Janeiro.
Dirigindo embriagado foi pego em uma blitz da lei seca, e teve a carteira apreendida.



Com seu nome envolvido em um escândalo, de ser usuário de cocaína, e desvio de dinheiro público o senador tucano, que quer ser presidente do Brasil, entrou com uma ação, pedindo para censurar, as consultas na internet, que liga seu nome ao consumo de cocaína e desvio de dinheiro público, o pedido foi negado.



"O senador Aécio Neves (PSDB-MG), pré-candidato do partido à Presidência da República, teve um pedido negado pela Justiça de São Paulo. Neves pediu o bloqueio de links em sites e perfis em redes sociais que relacionam seu nome ao “uso de entorpecentes” e desvio de dinheiro público durante sua gestão como governador de Minas Gerais. As ações têm como alvos os sites de buscaGoogle, Yahoo! e Bing, e pedem a exclusão de notícias e remoção de sugestões de pesquisas que, segundo os advogados, “operam para caluniar sua trajetória”.

O presidenciável gosta de se exibir e é acusado de trocar frequentemente de mulher.





Para Aécio, migração de votos dos insatisfeitos deve ocorrer com início da campanha


O senador Aécio Neves (PSDB-MG), pré-candidato à Presidência da República, considerou ontem que é natural que os votos daqueles que estão insatisfeitos com o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) não migrem de imediato para os candidatos de oposição. "Há um enorme desconhecimento em relação a esses candidatos, pois nunca disputaram eleições nacionais", afirmou, ao comentar os resultados obtidos por ele e pelo ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) nas últimas pesquisas eleitorais. Porém, o senador disse acreditar que se tornará conhecido nacionalmente assim que a campanha começar, garantindo a chegada ao segundo turno e a vitória nas eleições. "Temos hoje apenas um monólogo do governo federal", reclamou o pré-candidato, que participou na noite de ontem, em São João del-Rei, da cerimônia do descendimento da cruz, na escadaria da Igreja Nossa Senhora das Mercês, e da procissão do enterro. Na cerimônia, Aécio repetiu, como fez em anos anteriores, o gesto de seu avô Tancredo Neves, ao carregar uma lanterna de prata durante o cortejo pelas ruas da cidade histórica. "Um instante de reflexão e saudade do meu avô, que tinha na cerimônia da Semana Santa um dos momentos mais importantes da sua caminhada pessoal e espiritual", comentou. Depois de amanhã, Aécio será o orador do ato de entrega das medalhas do Dia de Tiradentes, em Ouro Preto. O pré-candidato tucano antecipou que seu discurso na cerimônia será sobre “o resgate de valores que estão em falta no Brasil".
Em entrevista concedida em frente ao Solar dos Neves, casarão histórico de sua família, localizado no Largo do Rosário, o senador atacou o governo da presidente Dilma: "Um governo que fracassou na economia e que vai nos deixar como herança inflação alta, crescimento baixo e perda enorme da credibilidade da gestão do Estado, que deixa o país com um cemitério de obras inacabadas".
Aécio, que é o presidente nacional do PSDB, disse que não existe nenhuma possibilidade de o pré-candidato tucano ao governo do estado, Pimenta da Veiga, desistir da candidatura. "Não. De forma alguma. Isso é uma preocupação dos adversários, que temem o Pimenta da Veiga", completou. Na terça-feira, a Executiva Nacional do partido se reunirá e traçará os próximos passos das candidaturas à Presidência da República e nos estados. "Cerca de 80% dos palanques estão consolidados", garantiu o senador.
Sobre a decisão de Marina Silva (PSB) de ser candidata a vice na chapa encabeçada por Eduardo Campos, o senador afirmou que era o esperado e que sempre a estimulou a disputar eleições. "Ajudamos na coleta de assinaturas para a Rede (o partido fundado por Marina e ainda não registrado). Queremos uma disputa plural. Quem buscou ganhar por W.O. impedindo a criação da Rede foi o PT", atacou o senador. 
Tradição
Assim como o ex-presidente Tancredo Neves, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) pertence à Ordem Terceira de São Francisco de Assis e carrega uma lanterna de prata durante a procissão do enterro. A cerimônia é considerada a mais bela da Semana Santa em São João del-Rei e começa quando a imagem de Jesus Cristo é descida da cruz após sermão, que ontem foi proferido pelo bispo emérito de Aparecida (SP) Darci Nicioli. (Estado de Minas)

Câmeras de segurança registram homicídio no centro de Alagoinhas (BA)


Cenas chocantes de um assassinato a sangue frio foram registradas por câmeras de segurança. O crime aconteceu em 28 de março deste ano, no centro da cidade de Alagoinhas, localizada na região leste da Bahia. As imagens foram liberadas pela polícia nesta semana. As imagens mostram o assassino indo em busca da sua vítima que está no trabalho. O mecânico, Gerson Maurício, 19 anos, foi executado em plena luz do dia, após tentar se defender atrás de uma coluna e correr em seguida. O homicida estava em uma bicicleta, e após cometer o crime foge do local.

                           

Blog Diniz  K9

Mulher diz que recebeu R$ 6.000,00 pela morte de Bernardo


A assistente social suspeita de envolvimento na morte do garoto Bernardo Boldrini, 11, em Frederico Westphalen (RS), disse à polícia gaúcha que recebeu R$ 6.000 da madrasta do menino pela participação no assassinato, de acordo com o jornal "Zero Hora". 
Edelvânia Wirganovicz, que é amiga da madrasta do garoto, Graciele Ugulini, afirmou ainda que o pai, Leandro Boldrini, não sabia do homicídio. 
O jornal publicou trechos do depoimento da amiga à polícia na última segunda-feira, quando o crime foi descoberto e os suspeitos acabaram presos. Edelvânia, Leandro e Graciele estão detidos desde então. 
De acordo com o "Zero Hora", Edelvânia afirmou à polícia que não sabe se Bernardo foi enterrado vivo e que a madrasta contou ao garoto, pouco antes da morte, que ele iria para uma consulta com uma "benzedeira". 
A polícia afirma que a assistente social confessou que o menino foi morto com uma injeção letal, mas isso ainda precisa ser confirmado por meio de uma perícia. 
A amiga, segundo o jornal, relatou que Graciele planejava a morte havia muito tempo e que a madrasta tentou matá-lo anteriormente com um travesseiro. 
Após as prisões, a polícia já havia dito que a cova começou a ser aberta em um matagal dois dias antes do crime. 
Edelvânia, ainda de acordo com o jornal, disse que usou o dinheiro recebido para pagar uma parcela de um apartamento. 
A Folha de S.Paulo não conseguiu localizar os advogados das duas mulheres presas. O advogado Andrigo Rebelato, primo de Leandro Boldrini, o visitou durante a semana e afirma que ele nega participação na morte.  (Folha Press)

Ibope: branco/Nulo passa Campos e Aécio


O número eleitores que responderam que votariam Branco/Nulo na eleição deste ano na última pesquisa Ibope, divulgada na última quinta-feira (17), que aferiu o sentimento da população sobre a corrida presidencial, foi de 24%. Nenhum dos adversários da presidente Dilma Rousseff, hoje no páreo, pontua perto disso. Aécio Neves alcança 14% (tinha 13%), Eduardo Campos, 6% (tinha 6%), Pastor Everaldo, 2% (tinha 3%), Denise Abreu, 1% e Randolfe Rodrigues, 1%. Todos eles somados empatam com o total de brancos e nulos. Ainda que a consulta tenha confirmado tendência de queda – Dilma caiu, segundo o Ibope, para 37% (tinha 40% em março) – já demonstrada em outras pesquisas recentemente, a presidente ainda levaria no primeiro turno e os oponentes não tiveram alteração além da margem de erro. O perfil humorístico do Twitter, Dilma Bolada, que faz uma sátira da presidente provocou: “Meus opositores são tão ruins que pelo visto vou ter que ir pro segundo turno com Brancos e Nulos”.(Blog da Folha)

Japão vende ovo mais barato fabricado no Brasil

ovo-de-pascoa-mais-barato-japa-brasil-alpino

Parece que os motivos alegados pelas empresas para o preço do ovo de páscoa ser até 4 vezes maior que o preço da barra de chocolate não valem para o Japão. Lá, o ovo Alpino da Nestlé com 375g e importado do Brasil é vendido por 15,23 reais (698 yen) pela rede americana de supermercados Costco. Já no Brasil, o mesmo produto é vendido por cerca de 35,49 reais.
O ovo de páscoa foi comprado em Nagoya pelo leitor Massato Inoue no dia 11 de abril. Ele disse ainda que usou um cupom de desconto, e com isso, o valor caiu para apenas 12,18 reais (558 yen).
No Brasil, os preços do Alpino 375g foram pesquisados no dia 19 de abril, nas lojas Submarino, Americanas e Sonda Delivery.
Abaixo, imagens da nota fiscal e da etiqueta com informações sobre o produto.
ovo-de-pascoa-japa-nota-fiscaletiqueta-alpino-japao
Veja

José Serra é internado em Hospital de São Paulo

 (Yasuyosh Chiba)

O ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB), está internado no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. A informação foi confirmada na manhã deste sábado pela assessoria da unidade de saúde. Apesar da confirmação da presença do tucano, o hospital não revelou desde quando ele está no local e nem qual seria a motivação da internação. Serra é cotado para disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados nas eleições deste ano.

Em janeiro, o ex-governador paulista foi submetido a uma intervenção cirúrgica de próstata para tratamento de quadro de crescimento benigno local, de acordo com boletim médico divulgado na época.

O ex-governador já tinha conhecimento da hiperplasia prostática benigna desde julho do passado. Na ocasião, durante avaliação pré-operatória acabou tendo que ser submetido a cateterismo cardíaco, sendo indicado tratamento percutâneo com colocação de um stent, o que adiou a intervenção cirúrgica (Diário de Pernambuco)

Prefeito do PTB adere candidatura do socialista Paulo Câmara

Candidato a governador pelo PSB (esquerda) recebe adesão de  prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano, do PTB   (Rodrigo Lobo/Divulgação )

O prefeito de uma das principais cidades do Agreste de Pernambuco, Gravatá, Bruno Martiniano (PTB), declarou apoio à pré-candidatura do socialista Paulo Câmara ao governo do estado. A atitude de Martiniano contraria a sigla à qual pertence, cujo pré-candidato ao governo é o senador Armando Monteiro Neto, que  tem feito oposição à Câmara. O evento de adesão ocorreu na manhã deste sábado (19). 

"Não é singelo reunir esse conjunto de pessoas em uma véspera de Páscoa. Nós fomos convidados para participar da procissão (do Senhor Morto) e de lá fomos convidados pelo prefeito para uma reunião....Conversei muito com você, Bruno, durante todo esse processo e sei de tudo o que você enfrentou para estar aqui hoje", comentou Paulo Câmara durante o evento. Câmara também classificou como uma "honra" o apoio e completou, ao falando sobre o fato de Martiniano pertencer ao PTB: "isso mostra o quanto a união está norteando nosso projeto".

O prefeito de Gravatá leu uma carta na qual qual justifica o apoio a Paulo Câmara, bem como à pré-candidatura de Eduardo Campos à Presidência da República. Ao discursar, após a leitura do texto, ele ressaltou: "Abrimos este espaço porque Gravatá está de portas abertas para aqueles que queiram o melhor para nossa cidade, Pernambuco e para o Brasil. Com Paulo Câmara, Raul, Fernando Bezerra Coelho e Eduardo Campos vamos continuar no caminho do desenvolvimento. Este é um grupo de coragem e determinação".

O evento ocorreu no Portal de Gravatá, que estava lotado. O PSB foi à cidade apresentar o projeto de Paulo Câmara aos vereadores de Gravatá. Estiveram presentes o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Waldemar Borges (PSB), e o pré-candidato ao Senado pela Frente Popular, Fernando Bezerra Coelho (PSB). O presidente da Assembleia, deputado Guilherme Uchoa (PDT) e os deputados Sebastião Oliveira (PR), Diogo Moraes (PSB), Laura Gomes (PSB) e Henrique Queiroz (PR), além de prefeitos e vice-prefeitos das cidades de Paulista, Aliança Sairé, Chã Grande, Bezerros, Timbaúba, Caruaru e Abreu e Lima também acompanharam a agenda deste sábado. 

A cidade de Gravatá tem um histórico de contrariar as orientações partidárias dos prefeitos. Na disputa para o governo do estado em 2010, o então gestor Ozano Brito, que pertencia ao PSDB declarou apoio à reeleição de Eduardo Campos (PSB). Na época estava posta também, na linha de oposição ao socialista, à candidatura do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), que contava com o apoio dos tucanos. No ano seguinte Brito migrou para o PSD e posteriormente para o próprio PSB.(Diário de Pernambuco)

Ex-BBB Fani Pacheco acusa Globo de piorar sua depressão


A ex-BBB Fani Pacheco postou declarações fortes contra a Rede Globo em sua conta oficial do Twitter, neste sábado (19). Ela acusa a emissora de ter retirado subitamente seus remédios para depressão da última vez em que participou do programa, em 2013. Isso teria causado um efeito rebote da doença, o que a levou a chegar ao nível máximo da depressão este ano.

Fani ressaltou que demonstrou sintomas graves dentro da casa e que havia a possibilidade de se tornarem fatais, porque tinha pensamentos de suicídio durante o programa. A moça postou que a Rede Globo agiu de má fé. A ex-BBB não deixa claro se vai processar a emissora, mas argumenta que reuniu provas.

Em uma das postagens, Fani Pacheco diz: "Tive um ano tentando recuperar meu tratamento e meu equilíbrio químico no cérebro pq a rede globo subestimou, agiu de forma banal". Em outra, a ex-BBB dispara: "E responsabilizo a rede globo por qualquer mau que venha a me acontecer (sic) e a arcar com as despesas da minha mãe doente mental".

A ex-BBB também completa: "vim desta forma informal atestar publicamente, pois formalmente o farei em breve e caso eu esteja morta meu advogado entrará em minha defesa e da minha dependente contra a rede globo por meio de denúncia ao ministério público e ação cível e trabalhista".

Em quase todas as postagens, Fani Pacheco marcou o diretor do programa, Boninho, por meio de sua conta no Twitter, @boninho.

A reportagem do Diario confirmou, por meio da assessoria de Fani Pacheco, que as declarações são da ex-BBB. A reportagem também tentou, sem sucesso, entrar em contato com a assessoria de imprensa da Rede Globo, mas nenhum dos telefones foi atendido.(Diário de Pernambuco)

Lula Sampaio anuncia apoio aos deputados Romário Dias e Jorge Corte real e explica porque não pode apoiar Raimundo Pimentel


lula

O ex-prefeito Lula Sampaio (PTB) declarou oficialmente no Programa Canal Aberto da Rádio Arari FM, que os seus candidatos a deputados estadual e federal para as próximas eleições serão o ex-conselheiro do Tribunal de Contas Romário Dias e Jorge Corte Real, ambos do PTB. Ele justificou os motivos pelos quais não poderia caminhar ao lado do deputado Raimundo Pimentel (PSB).
Numa entrevista para esse blog, Lula disse que jamais estaria pensando numa queda de braço com o seu próprio grupo e que nem tampouco estaria rompido com o grupo de Pimentel. “Sou o presidente do PTB em Araripina, seria incoerência e infidelidade minha caminhar ao lado de qualquer deputado que não seja do meu partido”, justificou Lula.
Lula Sampaio, disse que vai em busca dos seus verdadeiros amigos durante esta campanha eleitoral. O ex-prefeito sempre foi o principal e maior cabo eleitoral de Raimundo Pimentel em Araripina, mas por questões partidárias desta vez terão que caminhar separados. “Eu procurei Pimentel e me expliquei, qualquer outra versão é intriga da oposição” esclarece Lula.
Blog Lusimar Lima